segunda-feira, 1 de junho de 2015

Sobre a diferença de pessoas que namoram e pessoas que são companheiras


Existem algumas diferenças enormes entre um namorado(a) e um companheiro(a).Em um namoro tudo é maravilhoso, claro que existem brigas e DR's aliás isso ocorre em qualquer tipo de relacionamento, sendo amoroso ou não, porém as pessoas que namoram são aquelas que sempre se encontram já lindas, arrumadas e cheirosas e geralmente fazem apenas coisas consideradas legais, como por exemplo, ir ao cinema ou ver um filme em casa, balada, jantar romântico, motel, parques, etc.... Quase tudo é um conto de fadas em que os envolvidos são muito felizes. 
Uma pessoa que é um " namorado(a) " é aquela pessoa que está com você para passar bons momentos e quase sempre oculta os defeitos ao máximo para parecer perfeita. Ou seja, um namoro é algo superficial. 
Porém, pessoas que são companheiras estão juntas em todos os momentos, sejam eles tristes, felizes ou simplesmente "momentos diários"-Como assim?-  essa é a parte que mais diferencia um simples namoro de companheirismo pois são esses pequenos momentos simples do cotidiano que fazem toda a diferença, momentos como  por exemplo escovar os dentes com essa pessoa, fazer alguma comida, nada de diferente, raro, exótico, apenas comida ou o ato de simplesmente estar ali com ela, sem falar e nem fazer nada e mesmo assim se sentir feliz apenas com a presença dessa pessoa, etc...
Uma pessoa que é companheira(o), é aquela que não tem medo de mostrar uma cara lavada para o outro e que mesmo assim se arruma ao máximo para estar linda(o) em alguns momentos, que não teme expôr seus defeitos e que ama os defeitos do outro, e mesmo que esses defeitos incomodem isso não faz muita diferença, é aquela pessoa que fica irritada, triste e não esconde...ou melhor é uma pessoa que é pessoa e não tenta esconder, porque é normal, todos somos seres humanos. Além de tudo é quem nunca vai abandonar o outro em um momento difícil, ou quando as coisas não estão cem por cento perfeitas vai simplesmente terminar, por que afinal namorados e namoradas existem milhares, porém companheiras e companheiros são poucos.

quarta-feira, 11 de março de 2015

As bonecas de Kukula

Nataly (Kukula) Abramovich nasceu em uma aldeia relativamente isolada a cerca de uma hora ao norte de Tel Aviv. Seus poucos vizinhos eram em sua maioria aposentados, muitos deles sobreviventes do Holocausto. Sua imaginação infância foi alimentada pela igualdade de fantasias partes princesa e histórias de horror da Segunda Guerra Mundial. Assim, a tentativa de conciliar horror vida real com doçura vida de fantasia surge como um tema central no seu trabalho.

Depois de receber seu diploma em ilustração em 2003 a partir da Vital-Shenkar, Kukula mudou para os EUA, onde vive agora.

As pinturas dela centram em figuras de bonecas femininas, muitas vezes cercadas por objetos com significado simbólico, por vezes, claro, às vezes obscuros. A obra registra as influências de ambas as formas de arte Europeia clássica e cultura pop contemporânea. Em suas figuras Kukula recorda retratos tradicionais, mas o estilo  manifestamente é moderno e com influencia pop. Assim as composições de Kukula, visam divulgar suas lutas pessoais, mediada por uma herança multi-cultural rica.( descrição retirada do site dela http://www.kukulaland.com/)

O olhar das bonecas é o que mais me encanta nas obras da Kukula, são  melancólicos e contrastam muito com os tons pastéis que ela utiliza, outro ponto que me chamou muito a atenção foi o fato de ela criar várias bonecas com partes de xícaras, que afinal é um elemento muito presente nas obras dela.








segunda-feira, 9 de março de 2015

Green Hair

Nas ultimas semanas estive aprontando um "pouco" bastante com o meu cabelo -afinal um ano sem fazer nenhuma arte capilar pra mim foi um milagre- descolori ele duas vezes e me joguei no azul de metileno, eis que ele ficou esse verde-azulado por que o cabelo estava amarelado por baixo, não era o resultado que eu esperava mas eu acabei amando.
Porém ainda não desisti de chegar no meu querido azul e nesse final de semana acabei misturando VG (violenta genciana) com o azul de metileno, fazendo com que o tom puxasse mais para o azulado.  Vou continuar tentando e postando pra vocês as minhas "artes"  capilares até chegar no resultado esperado. Beijos.







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...